Confira os produtos Jäger Shop

terça-feira, 2 de agosto de 2016

O Ás da Aviação Alemã Erich Hartmann

    Erich Alfred "Bubi" Hartmann, conhecido como "O Ás dos Ases" da Segunda Grande Guerra. Nascido em Weissach, Estado de Württemberg, Alemanha, em 19 de abril de 1922. Depois de tentar seguir a vocação do seu pai, ingressando em uma faculdade de medicina, Erich abandonou os estudos, juntando-se à Luftwaffe como um oficial-cadete em outubro de 1940. Ele passaria por um intensivo treinamento de quase dois anos, frequentando a Escola de Combate Aéreo, (Luftkriegsschule II); a Escola Preparatória de Pilotos de Caça, (Jagdflieger-Vorschule II) e a Academia de Pilotos de Caça (Jagdfliegerschule II). Finalmente, depois de passar pela Ergänzungsgruppe Öst (julho a outubro de 1942), o então Leutnant Hartmann foi designado para a sua primeira unidade no front, a 7º Staffel da Jagdgeschwader 52, conseguindo o maior número de vitórias entre todos os pilotos.
Hartmann quando criança

    Possui em seu currículo 352 vitórias confirmadas, sendo 345 delas contra aviões soviéticos e 7 americanos num total de 1.400 sortidas, todas a bordo de um Messerschmitt Bf 109G, durante os quais participou de 825 combates aéreos contra aviões inimigos sendo abatido 18 vezes. Por seus êxitos ele foi pessoalmente condecorado por Adolf Hitler com a Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro com folhas de Carvalho, Espadas e Diamantes.

Erich Hartmann saindo de seu BF 109G

    Em maio de 1945 ele se entregou à força aérea americana, sendo em seguida transferido para a União Soviética, onde passou dez anos num campo de prisioneiros. Embora tenha sido convidado várias vezes a atuar como colaborador comunista, Hartmann sempre negou toda e qualquer oferta para trair seus companheiros - o que atraía um ódio ainda maior dos soviéticos. Como resultado, um "julgamento" forjado pelos russos lhe valeram a acusação de crimes de guerra e a condenação a 25 anos de trabalhos forçados. Finalmente, após uma visita do chanceler alemão Konrad Adenauer à URSS, os soviéticos concordaram em devolver os prisioneiros remanescentes que ainda estavam em seus campos. Ao retornar à Alemanha (Ocidental) em 1955, ele voltou a servir novamente na recém formada Luftwaffe.

Erich Hartmann como piloto da Bundeswehr

    Hartmann faleceu de causas naturais em 19 de setembro de 1993, aos 71 anos de idade, em Weil im Schönbuch, na Alemanha.

Postado por Diego Saviatto

Segunda Grande Guerra